"E a minha procura ficará sendo minha palavra."
(Carlos Drummond de Andrade)

terça-feira, 14 de julho de 2009

GRUPO PEDROS E LOS HERMANOS - QUINTA-FEIRA, 16 HORAS

QUEM SOU EU?

Camila Gouveia Carneiro


Bom, sou sincera, mas muitas vezes preferi ficar quieta para que minha sinceridade não atrapalhasse. Procuro, na hora da descontração não esquecer o lado “criança” da vida, mais livre e sem receio do que os outros vão pensar. Algumas ações de pessoas que conheci e conheço, não me agradaram nem um pouco e me marcaram muito. Então, procuro não fazê-las com ninguém, para não copiar modelos ruins. Assim como a frieza. Já fui de rejeitar carinho, mas percebi que carinho é uma demonstração de que alguém gosta de você. Estou melhorando este defeito. Sempre que posso ajudo as pessoas que precisam de ajuda. Eu gosto, faz bem. No dia-a-dia equilibro minha vida com questões pessoais citadas acima e de investimento no meu futuro profissional como o inglês, o curso de aprimoramento da linguagem – Palavra Mágica - e a escola. Você quase nunca irá me ver para baixo, não gosto de transmitir sentimentos ruins para quem gosto. Talvez, esse seja mais um pequeno defeito, pois quando não me sinto bem, divido apenas com minha família!


Juliana Ferreira Batista Pereira

Eu sou uma menina totalmente amigável, não sou de guardar rancor, faço amizade com vários tipos de pessoas. Sou bem distraída, não me preocupo com coisas inúteis. Gosto muito de rir e fazer palhaçadas, sou bastante extrovertida, mas tem momentos que não consigo esconder meu lado tímido.
Meus pais não moram comigo, por isso tenho obrigações que pessoas da minha idade não têm, e me considero muito responsável. Posso até fazer palhaçadas, mas sou muito madura.
Para mim cada coisa tem seu tempo, não vale a pena misturar as coisas ou ser apressado demais.
Criatividade é o meu nome, amo desenhar e pintar. Sei desenhar antes de aprender a escrever, com cinco anos de idade. Eu acho que foi com essa criatividade toda que eu aprendi a me organizar. Bom, essa sou eu, Juliana Ferreira Batista Pereira.

Lucas Gabrich Gueiros Pinheiro

Quem eu sou? Quem eu sou? Embora já tenha feito essa pergunta para mim mesmo, continuo a me questionar, me martirizando com estas mesmas questões, para a qual já inventei inúmeras respostas, mas nenhuma correta, pois sinto que elas não estão completas e que, sempre, o que falta é algo essencial.
Bom, talvez um bom complemento para esse meu questionamento sem fim seja a união de respostas presas de personalidades minhas que eu encaixo nas situações corretas. Tem o “Pinheiro” que é brincalhão, safo e sociável. Também poderia dizer que há um “Gabrich” - torcedor do Botafogo, jogador de basquete e vidrado por qualquer tipo de jogo de estratégia. Tenho que falar também do “Gueiros”, o cara sério, educado, maduro e poeta. E o último é o “Lucas” a junção de todos esses. Lucas, sou eu!


Pedro Araújo de Oliveira

Moro em Niterói desde que nasci e já nasci com o coração rubro-negro. Sou fanático por futebol e jogo desde cedo, então, já fiz muitas amizades nesse esporte e ainda faço, até hoje. Já viajei para muitos lugares no Brasil e conheço muitas culturas. Meus amigos dizem que sou engraçado, mas às vezes sou inconveniente. Estou sempre sorrindo! Fiz judô também e ele me fez ter mais sabedoria e responsabilidade. A cada dia eu aprendo uma coisa nova.

Pedro Azeredo Bezerra

Sou uma pessoa comum, tenho muitas qualidades, mas também muitos defeitos. Sou uma pessoa que faz amizades com facilidade, pois tenho uma mente aberta. O que mais gosto de fazer é tocar guitarra, pois gosto muito de música, principalmente do rock dos anos 70 e 80, o que fez com que eu aprendesse muito sobre a cultura de outros países e, também, que eu aprimorasse o meu inglês, que eu já posso considerar fluente.
Na escola sempre fui bom aluno e além de línguas sempre tive interesse por história e por geografia. Com isso posso me considerar um homem antenado e atento a tudo que vivemos na sociedade atual.

Thays Rocha Corrêa

Sou Thays, tenho 16 anos. Sou muito carinhosa com as pessoas, até mesmo com pessoas que não conheço direito. Adoro artes. Adoro desenhar, pintar e fazer qualquer tipo de obra. Desde pequena sou fotogênica e gosto muito de tirar fotos e também de ser fotografada. Já fiz curso de modelo, já desfilei para uma loja de moda e sou agenciada na S-Model, em São Paulo. Em 2009, comecei a fazer monitoria no Palavra Mágica, ajudando os professores desse curso em um grupo de crianças de 10 a 12 anos. Também procuro ajudar com os projetos do Palavra Mágica, dando idéias e sugestões. O meu futuro está pela frente! Com a minha dedicação e perseverança vou conseguir realizar meus sonhos. Quem sabe serei modelo e desfilarei na Fashion Week.

Pedro Perfigli











Matheus Monteiro


Sou um adolescente muito original, gosto de inglês e de conhecer novos mundos. Tenho meu próprio estilo que é desigual. Aceito conselhos, mas só os que considero construtivos. Sou amável, carinhoso, meio desligado e sou amigável. Sempre fui educado com todos e tratei muitíssimo bem as pessoas com quem convivi. Sou assim, pois cresci num lar com bons exemplos. Meus defeitos? Estou tentando superar, pois fico sempre me auto-avaliando. Os amigos que tenho são inteligentes, assim como eu, e também orgulhosos, um defeito que tenho e estou procurando melhorar.

Gabriel Mendes

Eu me chamo Gabriel, moro em Niterói e tenho 14 anos. Sou uma pessoa bem flexível, considerando a facilidade em fazer amizades. Gosto muito de sair com meus amigos, mas, às vezes, prefiro mesmo ficar no sofá comendo pipoca e vendo a um bom filme. Entrei no Palavra Mágica para aperfeiçoar minhas produções textuais, estando disposto a compartilhar minhas dificuldades para encontrar a perfeição. Estou esperando muito dessa minha estadia no curso.

2 comentários:

Anônimo disse...

Anderson, fiquei muito feliz ao ler sua redação e ver como vc progrediu. É de pessoas como vc que nosso Brasil precisa. Continue assim aproveitando todas as oportunidads que vc vai longe .Beijo Regina

Anônimo disse...

Pedro meus parabéns pela sua redação, continue crescendo e se dedicando cada vez mais para que no futuro seja um grande escritor. Beijo Regina