"E a minha procura ficará sendo minha palavra."
(Carlos Drummond de Andrade)

terça-feira, 14 de julho de 2009

SONHOS REAIS - QUINTA-FEIRA, 9 HORAS

QUEM SOU EU?

Mariana Pachá Vieira

Meu nome é Mariana, eu tenho 11 anos. Eu sou filha única, mas apesar disso, como a minha família é muito grande, não me sinto sozinha. Pena que a maior parte dela mora no Rio de Janeiro.
Eu sou uma menina bem criativa e esperta, adoro brincar e conversar com meus amigos. Eu converso com eles sobre a escola, sobre os professores e sobre muitas outras coisas.
Eu não sei o que eu quero ser quando crescer, minha mãe diz que tem muito tempo até lá. Eu já pensei em ser: médica, arquiteta ou veterinária. Sei que ainda vai demorar, mas gosto de pensar no meu futuro.


Spencer Gramacho Mortom

Quem sou eu? Há várias respostas. Eu sou Spencer, um brincalhão, jogador de basquete, irmão, filho e, claro, um amigo! Eu adoro conversar, brincar, mastigar chiclete etc. Vocês entenderam o tipo de pessoa que eu sou? Um cara divertido e de bem com a vida. Tenho muitas outras características, mas prefiro deixar assim. Como falei, procuro ser bom irmão e filho, pois amo muito minha família. Pelo fato de ser muito brincalhão, me “ferro” muitas vezes. Eu já fiz muita coisa estranha. Uma vez brincando de pique esconde, eu fiquei 40 minutos escondido e, descobri que meus amigos já estavam jogando bola, tinham esquecido de mim! Já aconteceram várias coisas comigo, boas e ruins, e sem elas eu não seria quem eu sou hoje.

Thais Gabrich Gueiros Pinheiro

Eu sou uma pessoa divertida e ao mesmo tempo séria. Sou uma pessoa que brinca muito, mas sei a hora de parar. Tenho sonhos como todas as pessoas, mas meus sonhos vão um pouco -para não falar muito - além da definição de possível, pois as coisas que desejo estão muito além do meu alcance. Sonho alto desde pequena e esses sonhos me ajudam e me atrapalham. Ajudam, porque me tornam criativa, mas atrapalham quando me mantém no “mundo da lua”.
Sou uma aluna na média, não sou muito inteligente, mas nunca fiquei em recuperação. Minha melhor matéria é português, pois gosto muito de ler e, adquirindo este hábito, aprendo palavras novas e isso me ajuda com a escrita.
Tenho mania de fingir estar chorando, para enganar meus amigos e professores, e de fingir estar doente, para faltar a aula de educação física. Fico satisfeita quando eles acreditam, verdadeiramente, em mim e eu vejo que estou melhorando, cada vez mais, minha atuação.
Mas para a pergunta acima, tenho uma resposta simples que resume tudo o que escrevi. Eu sou autêntica.

Victor Alexandre Santos Peixoto

Sou Victor Alexandre Santos Peixoto, aluno do PH, uma pessoa comum. Moro em uma casa simples com meu pai e minha mãe. Sou calmo quando posso, nervoso quando preciso. Sou divertido, sincero e companheiro. Não tenho irmãos, meus primos eu só vejo nos finais de semana e de 15 em 15 dias, mas nem por isso me sinto sozinho. Sou muito tímido em alguns lugares, onde não conheço as pessoas, mas quando me sinto à vontade pareço outra pessoa, divertido, animado e brincalhão. Adoro jogos de todo tipo, principalmente do computador, mas não abandono as brincadeiras “antigas”. Faço muitas coisas no dia-a-dia (espanhol, inglês, Palavra, natação...), mas sempre tenho tempo para leitura e diversão.


Cláudio de Sá Pacheco Junior

Eu adoro esportes. Amo tênis e surf. Curto tecnologias! Sou ligado no amor, na paixão, na sinceridade em ser real e educado, sem deixar de ser brincalhão. Tenho sonhos e desejos. Tenho um caminho pela frente, quero um futuro melhor para viver em paz. Adoro fazer novas amizades e sou romântico, apaixonado por músicas e canções. Ler eu já li, só me falta querer ler mais. Para escrever eu já tive dificuldades. Hoje em dia eu estou bem melhor e eu me esforço parar conseguir continuar melhorando. Não quero caminhar parar trás, só para frente, é assim que tudo tem uma solução.



Júlia Franklin



Nenhum comentário: