"E a minha procura ficará sendo minha palavra."
(Carlos Drummond de Andrade)

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Grupo Chuva de Ideias - Terça 16h






O que é a leitura para você?

Essa história entre mim e a leitura começou quando eu tinha mais ou menos quatro anos. À noite meus pais liam a série das espécies de dinossauros para mim para eu relaxar. Meus pais sempre me incentivaram a ler, eles sempre leram muito, o que me mostra o quanto a leitura é importante para tornar uma pessoa esperta, culta e perceptiva.

A primeira saga que fez eu me apaixonar pela leitura foi “Percy Jackson”, do autor Rick Riordan. Eu li quando tinha sete anos, foi a época que comecei a amar ler. Estes livros contam a história de um menino que tem uma mãe humana e um pai deus da mitologia grega. Eu também gosto muito da série “Diário de um Banana”, que leio até hoje. Quando meu amigo me apresentou esta coleção, ele falou que eu ia me apaixonar e não deu outra. Mas a melhor série que li até hoje foi “Harry Potter”. Os livros contam a história de um menino que, aos onze anos, descobriu que teve seus pais assassinados pelo maior bruxo das trevas de todos os tempos, que era famoso no mundo da magia. Esta foi minha história com o universo da leitura até hoje.

Eu gosto tanto de ler que sempre leio os livros com os quais me identifico e que me fixam na leitura com muito humor e emoção. Esses livros que citei que eu gosto muito me emocionaram bastante e me fizeram rir. Porém, quando eles acabam, dá um grande vazio no peito. 

A leitura sempre esteve presente em tudo na minha vida e eu sempre gostei demais de ler.

Eduardo Schmidt Pitombo



O que é a leitura para você? 

Tudo começou quando eu era menor e meus pais liam para mim antes de dormir. Eles me incentivaram a ler e eu leio até hoje. 

Atualmente eu leio todos os dias antes de dormir. Quando leio um livro, eu procuro encontrar o objetivo da história. Eu leio porque sou muito curioso, acho que se não fosse curioso, eu não iria ler tanto quanto hoje. 

Eu gosto de gibis e histórias em quadrinhos, Acho que ler é muito divertido, por isso adoro esse tipo de história. Mas também leio livros normais de aventura, ação e comédia. 

Felipe Pitombo



O que é a leitura para você? 

O meu interesse pela leitura começou quando eu estava na piscina e vi o meu amigo lendo o “Diário de um Banana”. Eu o observei por um bom tempo e me deu vontade de ler aquele livro, meu amigo parecia muito concentrado e que estava se distraindo. Esse foi o começo da leitura para mim. 

A leitura é um tipo de mensagem de ensinamento e também um divertimento. Isso faz com que eu goste mais de ler. Ultimamente, leio livros de humor, mas também leio de ação e ficção. Recebo muitos livros de presente, por isso leio gêneros diferenciados. 

Leio livros como uma forma de divertimento e ensinamento em meu tempo livre. Gosto mais de livros que escolho, porque não gosto muito dos livros da escola. 

O que aconteceu com o meu amigo ao ler, eu também senti. Era uma sensação de prazer. O meu primeiro livro, o que me deixou interessado pela leitura, foi o próprio "Diário de um banana". Descobri que o livro era realmente prazeroso de ler. 

Tiago Hübsch Stefanelli




O que é a leitura para você? 

Eu, particularmente, não gostava de ler, mas depois comecei a gostar da leitura. Primeiro comecei lendo gibis da Turma da Mônica, depois passei a ler livros enormes de trezentas páginas. 

Gostar de ler eu gosto, mas tenho um pouco de preguiça para iniciar a leitura. O que me motiva a ler é a curiosidade e a trama que o livro traz. 

A leitura, para mim, é uma arte que me alegra. 

Bruno Camara Resende




O que é a leitura para você? 

A leitura, para mim, é algo que me proporciona uma grande felicidade e abrangência de fatos ocorridos pelo mundo. 

Os meus temas preferidos são de guerras, como a biografia que descreve a mente de Hitler na segunda guerra mundial. 

Leio os jornais e gosto da parte de esportes. Me interesso sobre o surf, o tênis e o futebol, o meu preferido, pois sempre quero saber mais sobre o meu time, o Botafogo. 

Quando estou no shopping, no Rio, vejo a Livraria da Travessa e espontaneamente quero entrar lá e comprar algum livro. Faço isso, porque ela é grande e com livros superlegais, 

Minha mãe sempre me incentivou a ler, mas eu não gosto dos temas dos livros que ela lê, de romance, ou os da minha irmã, em Inglês. Meu pai lê jornal todo dia. São grandes incentivadores para que eu sempre leia mais. 

Rafael Tinoco Abunahman




Nenhum comentário: